UM JORNAL DOS TRABALHADORES NA LUTA PELO SOCIALISMO

quarta-feira, 7 de dezembro de 2022

17º e 18º dias: programa de formação para a quarentena

Samora Machel, comunista moçambicano e líder da guerra de independência contra Portugal

Redação Piauí
Jornal A Verdade

BRASIL – Devido à atual situação em que o mundo se encontra, em meio à pandemia do Covid-19, em que a disseminação de fake news, a falta de informação tem afetado diretamente a todos, com impacto acentuado em pessoas que sofrem com crises de ansiedade e/ou de pânico. O isolamento social, que é necessário agora, acaba por piorar ainda mais esse quadro de desinformação e medo.

Pensando nisso e na necessidade de compreensão de quais fatores levaram a esse contexto social , o jornal A Verdade está fazendo uma programação com indicações de textos e filmes para ajudar na formação política de seus leitores no período da quarentena.

LEIA MAIS:
Programa de Formação Política Para a Quarentena

3º e 4º Dia: Programa de formação para a quarentena

5º e 6º Dia: Programa de formação para a quarentena

7º e 8º dias: programa de formação para a quarentena

9º e 10º dias: programa de formação para a quarentena

11º e 12º dias: programa de formação para a quarentena

13º e 14º dias: programa de formação para a quarentena

15º e 16º dias: programa de formação para a quarentena

Divulgaremos essa programação a cada dois dias aqui em nosso site. Confira a indicação para as próximas 48 horas.

17º DIA:

FILME

PANTERAS NEGRAS

Na Califórnia de 1967 vamos conhecer a historia de Huey Newton e Bobby Seale, amigos que juntos decidem formar um movimento dedicado em proteger os negros das violentas arbitrariedades de policiais brancos da época. Assim surgia o famoso Partido dos Panteras Negras de Autodefesa, um partido que educa a comunidade afro-americana em se conscientizar dos seus direitos, faz o que pode para tirar das ruas os traficantes de drogas e enfrenta a polícia de Oakland, uma cidade extremamente racista e que constantemente desrespeitava os direitos civis dos negros.

O partido faz tudo isto sem transgredir alguma lei. Logo o governo começam se sentirem incomodados e planejam se livrar desta “ameaça”, mesmo que tenham que matar. O filme retrata e detalha ainda a luta contra o Poder Judiciário e a brutal perseguição que sofreram do FBI.

2h 04min /Drama Histórico

Direção: Mario Van Peebles

LINK DO FILME NO YOUTUBE:

TEXTO

OS COMUNISTAS E O MOVIMENTO NEGRO

Nossa indicação de texto será “Os comunistas e o movimento negro”, resolução política da 3ª Internacional Comunista (IC) sobre a questão racial, aprovada no 4º congresso da IC, realizado em Moscou em 1922. A resolução foi publicada no Jornal A Verdade em homenagem ao Dia da Consciência Negra.

O texto trata do avanço da exploração do povo negro nos países capitalistas e nos países subdesenvolvidos, ao mesmo tempo marcados por forte organização e luta desses trabalhadores. A Internacional entende que o inimigo da raça negra e o inimigo dos trabalhadores brancos são o mesmo: o capitalismo e o imperialismo. A luta internacional da raça negra é uma luta contra o inimigo comum. E ao contrário do que afirmam a burguesia e os adversários do marxismo-leninismo, os comunistas sempre levaram em conta a importância da questão racial dentro da luta de classes, especialmente nos países dependentes e coloniais. Enquanto nos Estados Unidos os negros são violentamente espancados, torturados, enforcados nas ruas, na União Soviética era aprovada, em 1936, a primeira constituição do mundo que condenava categoricamente o racismo. Também, foram os comunistas os organizadores e mais destacados combatentes dos movimentos de libertação nacional na África, Ásia e América Latina.

A luta pelo fim do capitalismo e pela construção de uma sociedade socialista, onde não haja a exploração entre os seres humanos, é uma luta também do povo preto!

Também estaremos indicando como leitura complementar o texto “Moçambique e a luta pela independência e por uma sociedade socialista”, escrito por Luiz Alves, e publicado no site do Jornal A Verdade.

O texto fala sobre a invasão, a escravização dos povos e o roubo de suas riquezas pelos europeus no continente africano. A luta pela emancipação ganhou forte impulso com o surgimento dos movimentos nacionalistas africanos, na década de 50. Em Moçambique, um passo fundamental se deu em 1962, no dia 25 de junho, com a criação da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), Eduardo Mondlaine, foi o seu primeiro dirigente. Mondlaine foi assassinado em 1969, num atentado preparado pela repressão portuguesa com o apoio de traidores. Assumindo Samora Moisés Machel, um enfermeiro, poeta e dirigente comunista, que gozava de intensa simpatia entre a classe trabalhadora do seu país.

 

ARQUIVOS: Os comunistas e o movimento negro – formatado

MOÇAMBIQUE E A LUTA PELA INDEPENDÊNCIA E POR UMA SOCIEDADE SOCIALISTA – formatado

 

18º DIA:

FILME

TEMPOS MODERNOS

O filme Tempos Modernos, protagonizado por Carlitos – personagem clássico de Charles Chaplin – é indispensável pra quem quer visualizar o modo de produção Taylorismo e Fordismo.  É um filme que retrata a vida urbana nos Estados Unidos no ano de 1930, demonstrando os modos de produção industrial baseados na divisão e especialização do trabalho na linha de montagem.

O Taylorismo e o Fordismo são modelos de produção baseados na divisão do trabalho, ou seja, cada operário fica responsável por uma etapa do processo produtivo. A produção em massa deve ser realizada no menor tempo possível e a repetição de exercícios por parte do operário causa a alienação.

Carlitos, figura principal, é um operário que trabalha em uma linha de montagem apertando parafusos, em razão da quantidade excessiva de exercícios repetitivos, ele, mesmo fora da indústria, continua efetuando os movimentos como se estivesse na linha de montagem.

O filme aborda questões como a alienação física e ideológica causada por esses modelos de produção (Taylorismo e Fordismo).  Através da arte e com muita ironia, o filme é uma crítica ao sistema capitalista e ao modo de produção industrial.

1h 27min /Romance, Comédia dramática

Direção:Charles Chaplin

LINK DO FILME YOUTUBE:

https://www.youtube.com/watch?v=HAPilyrEzC4

TEXTO

PRINCÍPIOS BÁSICOS DO COMUNISMO

Friedrich Engels

            O texto Princípios Básicos do Comunismo é um projeto de programa da Liga dos Comunistas, escrito por Engels em Paris por encargo do Comité Regional da Liga. Considerando-o como um projeto prévio, Engels, na carta a Marx de 23 – 24 Novembro de 1847 propõe o abandono da forma de pergunta e resposta, e a redação de um programa da Liga dos Comunistas sob a forma de Manifesto Comunista.

No segundo Congresso da Liga dos Comunistas (29 Novembro – 8 de Dezembro), as opiniões de Marx e Engels foram inteiramente aprovadas; foram encarregados de elaborar o programa da Liga – o Manifesto do Partido Comunista. Na redação do Manifesto, os fundadores do marxismo utilizaram uma série de teses expostas nos Princípios Básicos do Comunismo.

No trabalho Princípios Básicos do Comunismo Engels fundamentou teoricamente alguns dos princípios tácticos e programáticos do partido proletário e apontou as medidas com as quais o proletariado, depois de ter conquistado o poder, prepararia a passagem do capitalismo ao socialismo.

ARQUIVO: Princípios Básicos do Comunismo – Engells Formatado

Outros Artigos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Matérias recentes